locais aglomerados

Com o aumento dos casos de transmissão do coronavírus no Brasil, a orientação do Ministério da Saúde é ficar em casa. Não só as empresas estão implementando medidas de trabalho remoto e home office, como também a orientação é evitar shows, festas e demais eventos.

Essa é uma medida de segurança que visa prevenir e controlar o aumento de casos de contaminação. O isolamento social é a melhor forma de impedir o avanço do coronavírus. 

O Ministério recomenda o cancelamento ou adiamento de grandes eventos esportivos, artísticos, comerciais ou religiosos. Caso não seja possível adiar, a recomendação é que o evento ocorra sem público.

Além de lavar as mãos, cobrir a boca ao tossir ou espirrar e isolar pacientes com covid-19 por até 14 dias, o Ministério já recomenda a redução do contato social para pessoas que não apresentam sintomas.

Qual o objetivo da medida?

A medida visa reduzir o risco de mortes por conta do vírus, principalmente em pessoas que têm situação de risco e estão mais suscetíveis a sofrer com os impactos da doença, como é o caso de diabéticos, idosos, pessoas com problemas no coração e fumantes. 

A recomendação é evitar festas, shows, bares, shoppings e outros locais aglomerados. Se possível apenas se dirija à farmácia e supermercados para controlar a contaminação. 

Reduzir o número de infectados é positivo num primeiro momento, porque a ação ajuda a evitar uma grande quantidade de casos graves da doença ao mesmo tempo, o que contribui para um colapso na capacidade de assistência como o da Itália. 

Intervenções como essa antes do crescimento exponencial da doença foram responsáveis pelo comportamento ascendente moderado da COVID-19 em Singapura, Japão e Hong Kong. Além disso, a medida impediu a saturação do sistema hospitalar.

Os infectologistas e especialistas afirmam que para dar um resultado expressivo todos devem parar. Caso contrário, o ideal é manter o funcionamento com parcimônia com alterações de horário e medidas rígidas de higienização.

Como se prevenir sozinho?

prevenção coronavírus

É preciso ter consciência. Com as escolas interrompendo aulas e as empresas oferecendo a possibilidade de home office ou férias coletivas, as pessoas devem se conscientizar e evitar viajar ou fazer passeios, pois o objetivo maior é controlar a doença e continuar tendo contato com o mundo externo poderá agravar a situação.

Além de permanecer em casa, a recomendação é sempre lavar as mãos com frequência com sabão ou higienizar com álcool em gel. Ambos são eficazes em matar o vírus, portanto crie esse hábito constantemente.

Evite também levar as mãos ao rosto, principalmente boca e nariz. Ao tossir e espirrar cubra com o cotovelo ou com lenço descartável. O vírus pode sobreviver de 48 a 72 horas nas superfícies, dependendo do material, portanto todo cuidado é pouco.

Em caso de apresentação de sintomas como tosse seca e febre alta, procure uma unidade de saúde para realizar o teste e proceder com o atendimento médico adequado. Os hospitais apenas receberão casos mais graves da doença, para evitar superlotação. 

E você, o que está fazendo para se prevenir? O artigo foi útil para você? Compartilhe com os seus amigos! 

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *